Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Paulo Marques saberfazer.fazersaber

Estes e outros textos do autor, sobre temas de fiscalidade, em: www.facebook.com/paulomarques.saberfazer.fazersaber

Paulo Marques saberfazer.fazersaber

Estes e outros textos do autor, sobre temas de fiscalidade, em: www.facebook.com/paulomarques.saberfazer.fazersaber

QUANDO A PRESSA É INIMIGA DO TRABALHO BEM FEITO…

QUANDO A PRESSA É INIMIGA DO TRABALHO BEM FEITO…

 

Sim, os senhores consumidores deverão, durante o ano, ir verificando no e-fatura as faturas que lhes foram emitidas e validando as que precisem de validação. Isto para não deixarem tudo para fevereiro de 2018. E, se detetarem que possuem um fatura que não foi comunicada pelo comerciante, podem tomar a iniciativa de a comunicar.

 

Mas há uma coisa básica que os senhores consumidores têm que assimilar: os comerciantes têm até ao dia 20 do mês seguinte para comunicar as faturas à AT.

 

Por isso, se lhe foram emitidas faturas manuais, deve esperar pelo dia 21 do mês seguinte para ir fazer a verificação. Se a fatura é informatizada, deve esperar ainda mais uns dias, porque se a comunicação for feita no último dia do prazo, a AT demora ainda mais algum tempo a validar o ficheiro SAFT.

 

e-fatura divergente.png

 

Ainda a propósito desta situação detetada no dia 20 de junho, na comunicação de uma fatura de 18 de maio, se o consumidor tiver necessidade de inserir no e-fatura uma fatura que não foi comunicada pelo comerciante, deve ter o cuidado de colocar toda a informação.

Aqui, o objetivo é beneficiar da dedução à coleta dos 15% do IVA contido numa fatura emitida num dos setores previstos no artigo 78.º-F do CIRS. Ao ignorar o IVA incluído no valor total da fatura, comunicando-a como o fez, o consumidor não teria direito a qualquer dedução.

 

Portanto, senhores consumidores, porque neste caso a pressa é inimiga do trabalho bem feito, esperem que os comerciantes comuniquem as faturas à AT e façam a verificação só depois. Aconselhamos apenas no início do segundo mês seguinte. Neste caso, faturas de maio de 2017 devem ser verificadas no início de julho.

 

Paulo Marques, 2017-06-23
#mMBAfiscalidadeENB
http://youtu.be/s-hwucTaDjE

 

O Mini MBA em Fiscalidade da Escola de Negócios agora é Pós Graduação em Fiscalidade! Com a mesma qualidade! Com o mesmo empenho!

https://youtu.be/s-hwucTaDjE